Causas e sintomas da labirintite

Labirintite

Stress, uma das causas desta doença | Imagem: Reprodução

Labirintite é o nome da doença que causa, antes de tudo, desequilíbrio. É causada por uma inflamação dos labirintos, localizados no sistema vestibular, que é responsável pelo equilíbrio, postura e orientação do corpo e está localizado no ouvido interno.

Essa doença costuma ter como sintomas: a tontura, vertigem, sensação de desmaio, enjôo e vômito, perda auditiva no ouvido afetado e zumbido no ouvido.

Tratando a causa, a labirintite tem cura na maioria dos casos, mas alguns sintomas residuais podem permanecer mesmo após o tempo de recuperação da forma aguda da doença, que leva de uma a seis semanas. Esses sintomas podem ser: tontura, desequilíbrio e zumbido e podem durar meses ou até anos.

Causas da doença

A labirintite pode ser causada por:  infecção por bactéria, vírus, lesão na cabeça, alergia ou reação a um determinado medicamento, ou ainda, em alguns casos de estresse e ansiedade extremos.

Tanto a viral quanto a bacteriana podem causar perda de audição permanente, embora isso seja raro.

Sintomas

  • Desequilíbrio;
  • Movimento involuntário dos olhos;
  • Perda de audição (total ou parcial) do ouvido afetado;
  • Náusea, mal-estar por causa dos sinais de equilíbrio distorcidos recebidos pelo cérebro, ansiedade e tontura;

Importante é a busca por tratamento adequado logo que os sintomas apareçam, o médico avalia a historia do paciente, suas preferêncais e suas descrições a respeito do problema  e pede exames complementares, como tomografia ou ressonância, muito importantes na identificação desses problemas.

Também há certas dicas para evitar ou atenuar os sintomas de labirintite

  • Evite períodos longos, durante o dia, sem comer;
  • Diminua  o consumo de açúcar e doces, de forma geral;
  • Substitua por adoçantes e dietéticos, se necessário;
  • Beba de quatro a seis copos de água por dia;
  • Evite chá-mate e café, ou qualquer estimulante;
  • Dê preferência a sucos de frutas naturais;
  • Evite corantes e conservantes;
  • Aumente o consumo de legumes e verduras;
  • Evite bebida alcoólica;
  • Evite o repouso excessivo;
  • Exercite-se pelo menos trinta minutos por dia;
  • Não use travesseiros altos.
  • Faça um chá de ginkgo biloba, que é um vasodilatador poderoso para ajudar na labirintite.
  • Faça massagens com óleo de menta na nuca e pescoço. Antes da massagem, aplique uma toalha quente no local e depois massageie o óleo de menta.

Recomendar:

Comente. Compartilhe…