Chá de porangaba emagrece?

Porangaba

Conheça os benefícios desta planta | Imagem: Reprodução

Esta árvore ornamental, com flores brancas e casca avermelhada, originalmente brasileira, já ficou conhecida em outros países, como Estados Unidos e até no Japão, tudo isso por conta de suas propriedades emagrecedoras, que já foram confirmadas. A porangaba (Cordia ecalyculata), que também é conhecida no Brasil como chá-de-bugre, café-de-bugre, louro-salgueiro, etc., tem ação direta na gordura abdominal!

Seu extrato é o princípio ativo de um fitoterápico comercializado com o nome de “pholiamagra”, que já faz sucesso. Esse medicamento oferece emagrecimento sem efeitos colaterais, inibe o apetite e também tem ação energética, estimulante da circulação e impede o acúmulo de gordura nas artérias.

Cientistas japoneses descobriram também um outro benefício para a porangaba: o extrato das folhas pode impedir a penetração do vírus Herpes 1.

Como o chá de porangaba ajuda no emagrecimento?

Seu efeito emagrecedor se dá porque é diurético, ou seja aumenta a produção de urina e a eliminação de toxinas do organismo. Também é inibidor do apetite. Quando se toma uma xícara antes das refeições, o chá proporciona sensação de saciedade, por isso, comemos menos.

Perca peso consumindo o chá-de-bugre

Perca peso consumindo o chá-de-bugre | Imagem: Reprodução

Ele queima gorduras abdominais profundas, já que é rico em cafeína e esta é responsável por essa queima. Quanto à cafeína, o chá de pornagaba deve ter o consumo controlado ou evitado por pessoas que sofram de nervosismo, ansiedade, estresse ou insônia crônica.

Algumas pessoas potencializam os efeitos do chá de porangaba misturando-o a outras ervas, como os chás:

  • verde,
  • branco,
  • ginseng,
  • açaí,
  • chá mate e gingko biloba, aumentando seu poder emagrecedor e energético.

Contra-indicações

Além das pessoas com problemas relacionados à cafeína, o chá de porangaba também deve ser evitado por pessoas com problemas cardíacos e que sofram de hipertensão (pressão alta), por causa da ação estimulante, provocada pela cafeína. Esta condição também faz com que o chá seja desaconselhado a longo prazo, de modo contínuo.

Outro detalhe importante a ser observado por quem fizer uso frequente do chá é seu efeito diurético. Sempre que se utiliza diuréticos, seja em chás ou sintéticos, devemos ingerir muita água! Algumas pessoas não sabem disso, inclusive pensam que a água deva ser evitada, para não acumular líquido, acontece que, se o organismo percebe que apenas está excretando líquido, ele tem um mecanismo que faz exatamente o contrário, ou seja, ele retém o máximo de líquido possível! Portanto, para ter um perfeito equilíbrio e não perder sais minerais importantes, como o potássio, não esqueça de beber muita água!

Recomendar:

Comente. Compartilhe…