Como se faz um tratamento caseiro eficiente contra unheiro!

Aprenda métodos naturais para tratar o unheiro

O chamado unheiro, também conhecido como panarício, chama-se, na verdade, paroníquia e trata-se de uma infecção por fungos, normalmente candidas, ou outros, que atinge a pele ao redor das unhas, seja das mãos ou dos pés.

Quais as causas do unheiro?

Normalmente costuma acometer pessoas de qualquer idade que tenham por hábito manter a pele em questão molhada por muito tempo, como quem mexe com água muito tempo ou rói unhas e atinge também, pessoas que tem má circulação sanguínea, como os diabéticos e ainda, quando há traumas na região, como ao roer ou palitar a unha e machucar a cutícula durante a manicure.

Quais os sintomas do unheiro?

Num primeiro momento, a ponta do dedo infectado apresenta leve inflamação, sem uma dor muito forte; após dois ou três dias, a área fica mais inchada,  vermelha e também muito dolorida e quente. A dor se torna constante, pulsante. Pode ocorrer febre e essa situação pode se estender por semanas. No caso de muitos dias com a infecção e excesso de pus no local, o ideal é que se procure um médico para a retirada do pus, não se deve tirá-lo em casa para não infectar ainda mais a área e piorar o quadro.

Tratamento natural para unheiro

  • ALHO: amasse seis dentes de alho e esquente-os com azeite de oliva. Faça compressas com essa mistura no local afetado, duas ou três vezes ao dia, durante quinze minutos.
  • BANANA: amasse uma banana e aplique sobre a região afetada por meia hora, duas vezes ao dia.
  • EUCALIPTO: fazer chá de eucalipto utilizando 100g de folhas de eucalipto em um litro de água e fazer compressas locais 3 vezes ao dia.
  • ARRUDA: faça infusão das folhas da planta e aplique compressas mornas na região, duas vezes ao dia, por vinte minutos.
  • CAMOMILA: aplique compressas mornas na região afetada, duas ou três vezes ao dia, por 30 minutos.
  • GUAÇATONGA: aplique compressas mornas da infusão das folhas dessa planta, duas vezes ao dia, por vinte minutos.

Recomendar:

Comente. Compartilhe…