Exames preventivos ginecológicos – PREVENÇÃO, A MELHOR OPÇÃO!

Visita ao ginecologista

Saúde feminina

A visita ao ginecologista nunca é aguardada com entusiasmo, mesmo que ele ou ela seja uma pessoa de nossa inteira confiança, com quem já nos acostumamos, a perspectiva de ser examinada de forma mais íntima, costuma nos constranger. Imagine então, as mulheres que não possuem convênios médicos ou não podem pagar uma consulta particular e, a cada consulta num posto de saúde, encontram uma pessoa diferente! Apesar disso, apesar também do desconforto que possa nos causar, o que se deve ter em mente, sempre, é que nossa saúde está acima de qualquer pudor ou outros inconvenientes e, não podemos relaxar com ela.

Num exame ginecológico, podemos tirar muitas dúvidas sobre o funcionamento de nosso corpo, podemos saber se algo não está funcionando perfeitamente, isto porque nem sempre há sintomas para denunciar algumas doenças, que podem ser descobertas logo que comecem a se manifestar, sendo tratadas e eliminadas logo, sem causarem maiores danos. Ao contrário, se não frequentamos o consultório ginecológico, um problema que poderia ser facilmente tratável, evolui e causa, além de dores, também outras lesões que poderiam ter sido evitadas. Isso, claro, sem falar na pior de todas as doenças, o câncer!

Por isso, toda mulher que iniciar sua vida sexual, deve ter em um calendário as datas marcadas a cada ano, até que complete quarenta anos de idade ou, de seis em seis meses após essa idade. Quanto a isso, as datas podem variar de acordo com as necessidades de cada mulher, conforme o médico determinar. Essas datas marcadas, devem ser um compromisso sério e inadiável, esqueça a preguiça ou o resto e pense que sua saúde é prioridade!

Consultas de rotina

Exame de Papanicolau

Exame de Papanicolau

Nas consultas de rotina é que se faz o exame preventivo de colo de útero, chamado de papanicolau, onde o médico, usando um espéculo, afasta os lábios vaginais e coleta material do colo do útero para análise. Nesse exame também é possível para o ginecologista perceber alguma possível lesão nas paredes vaginais. Se houver algo que chame a atenção, ele  já procederá a um exame minuncioso para detectar a causa. Assim como, se a paciente tiver algum sintoma ou queixa, ele também toma todas as providências para a avaliação, requisitando os exames que se tornem necessários.

É assim, com simples exames, que os cânceres que mais matam as mulheres podem ser detectados: o câncer de mama, através da apalpação e da mamografia, quando for o caso, o câncer de ovário e o câncer de colo de útero. Além de outros tipos que podem oferecer alguns sintomas que também podem ser descobertos pelo exame ginecológico.

O conhecido papanicolau, atualmente, ganhou uma versão mais atualizada, o Thing Prep, que apesar de ser realizado do mesmo modo, com a coleta do material, é a forma mais eficiente da análise que o torna diferente, capaz de reduzir os resultados falso-positivos ou falso-negativos que podem acontecer no papanicolau e que ocasionam tratamentos injustificados quando o resultado seria negativo e o atraso no tratamento para os casos positivos. Além disso, numa única amostra, podem ser identificados tipos de HPV (papiloma Vírus Humano), responsáveis pelo câncer de colo de útero. Nos Estados Unidos e Europa, é apenas esse tipo de exame que vem sendo feito em 90% das mulheres, sendo o exame aprovado pelo órgão FDA, rigoroso órgão americano de controle de medicamentos e equipamentos médicos.

Infelizmente, esse exame ainda não chegou de uma vez por aqui, sendo realizado por poucos médicos no país, mas, se você quiser experimentá-lo, fale com seu médico e veja se ele é um dos que o realizam.

Recomendar:

Comente. Compartilhe…